SIMAB potencia interesses na Índia

«Tornar mais fortes as relações comerciais entre as partes» e estabelecer «procedimentos de cooperação que facilitem a persecução de objetivos económicos semelhantes» são os primeiros objetivos de um Memorando de Entendimento estabelecido entre a SIMAB e a indiana “Krishi Udyami Krishak Vikas Chamber” (KUKVC).

O documento foi subscrito a 12 de outubro, em Gurugram, na Índia, pelo CEO da SIMAB, Rui Paulo Figueiredo, e pelo diretor-geral da KUKVC, Dalip Sharm, no final da “Conferência de Outono” da União Mundial de Mercados Abastecedores (WUWM), que decorreu naquela cidade do noroeste da Índia.

A “Krishi Udyami Krishak Vikas Chamber” – que congrega cerca de 20 milhões de associados – é uma organização sem fins lucrativos voltada para o desenvolvimento rural e para a qualificação dos agricultores, da agricultura e de áreas congéneres, designadamente através da pesquisa agrícola, inovação tecnológica, inclusão financeira e empreendedorismo.

O desenvolvimento de estudos sobre o estado da agricultura e tecnologias afins e a formulação de propostas no âmbito de uma agricultura economicamente viável e ecologicamente sustentável são compromissos inscritos neste memorando.

A par da instalação de “business outlets” de Portugal na Índia, e vice-versa, as partes concordaram na formulação de recomendações políticas resultantes do estudo de questões económicas e sociais relativas às comunidades de agricultores.

O fomento de programas de intercâmbio comercial entre Portugal e a Índia e a promoção dos respetivos produtos junto de países europeus e latino-americanos inscreve-se igualmente no âmbito deste acordo.

2018-10-29T11:22:54+00:00